Simplicíssimo

Rapid Christmas

Uma aceleradinha mais forte e eu não pegava o sinal fechado, e esse é de 60 segundos. Mas tudo bem, um minuto a mais ou a menos de atraso não é o que vai fazer diferença. Já devem ter ligado pra central do aplicativo reclamando da demora.

Haja máscara para ficar pondo, tirando e trocando nesse calor senegalês. Mas tudo bem, se na hora da entrega eu não tirar o capacete, tanto faz. Estão todos sempre com fome. Estão todos sempre com pressa. Querem se livrar rapidinho de mim, essa ameaça móvel de Covid-19. Fazem aquela cara de nojo na hora de digitar a senha na maquininha, um nojo que a máscara não disfarça. Não pegam nem o comprovante da operação, para evitar tocarem em algo mais vindo de mim. Já chega a encomenda, é o que devem pensar.

Chuva no lombo, mas tudo bem. Papai Noel costuma enfrentar neve. Tá suave na nave. O trenó tem rena, moto tem cavalo. Para de chorar de barriga cheia, olha no retrovisor e vê que tem gente pior que você. Agradecer sempre. Obrigado por mais um dia. Gratidão.

R$ 86,75 hoje. Vou pedir um franguinho assado, para o almoço do dia 25 não passar completamente em branco. O raio do sistema é tão bacana que é capaz de me acionar pra levar o frango a mim mesmo. Mas tudo bem, é o que chamam de magia do Natal. Algum colega conhecido vai aceitar a corrida. Quando der de cara comigo vai me chamar de folgado, mas tudo bem. Quero sentir o gostinho de receber ao invés de entregar, deve ser muito bom isso. E ai do motoqueiro se demorar muito.

Esta é uma obra de ficção.

© Direitos Reservados

Marcelo Sguassabia

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!