Simplicíssimo

Um Rio de Lágrimas

Vermelho-sangue. Como dói. Ver nossos filhos morrendo. Enquanto permanecemos inertes, imobilizados pela dor e pela perplexidade. Um, dois, três, doze corpos estendidos. Perdidos. Flores tão cedo podadas. Pela brutalidade? Por nosso egoísmo? Pela solidão do atirador? A quem culpar? Como justificar? E permanecemos aqui, sentados em frente a uma TV ou um computador, lugares em que nos sentimos mais seguros. Protegidos de nós mesmos.
 

Edweine Loureiro

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!

Últimos Posts