Simplicíssimo

Amor, Sublime Amor

– Benhê, você me ama?

– Amo, claro.

– Mesmo eu sendo mais velha do que você?

– Isso não tem nada demais, ué.

– Tem certeza?

– Claro.

– Você me ama acima de qualquer coisa, de qualquer pessoa?

– Amo, acima de qualquer coisa e de qualquer pessoa.

– Você me ama acima de Deus?

– Amo.

– Você me ama… hum… acima até da sua própria vida?

– Eu daria a minha vida por você, minha santa.

– Hum… Você me amaria mesmo se eu perdesse todo o meu dinheiro?

– Com certeza, benzinho. Mas por que tanta pergunta assim?

– Bom… Você promete que não vai ficar brabo?

– Prometo.

– No duro?

– No duro.

– Bom, é que eu… perdi tudo o que tinha, amor. Minhas empresas faliram. Todas. Só me restaram dívidas.

– É?

– É, meu lindo. Mas isso não tem importância, né? Já que você me ama acima de tudo, até da minha grana…

– Amor…

– Hã?

– Pode deixar que eu te gosto de qualquer jeito mesmo.

– Jura?

– Juro. E é por isso que hoje mesmo eu vou pros Estados Unidos ganhar bastante dinheiro pra gente poder se casar e viver com todo o conforto que você está acostumada.

– Sério, bem?

– Opa.

– Você vai hoje mesmo?

– Vou. Estou indo agorinha mesmo pro aeroporto comprar passagem pro primeiro avião.

– Nossa, bem, que legal! Eu sabia que você me amava mesmo. Eu sabia que o fato de eu ter sessenta anos e você, vinte e um, não tinha importância nenhuma. Mas você volta, né, amor?

– Volto, sim. Com certeza.

– Quando, bem?

– Bom, pelos meus cálculos, daqui a uns cinqüenta anos, minha santa… Adiós, old woman…

 

João Batista dos Santos

Últimos posts

Follow us

Don't be shy, get in touch. We love meeting interesting people and making new friends.

Most popular

Most discussed