Simplicíssimo

Seja homem!

Cada vez que ele "travava", volta-e-meia o rapazinho, super-tímido, ouvia, entre muitas risadinhas, dos seus colegas de trabalho:
– Seja homem, rapaz!
Era quase que diariamente. Ao menor sinal de rubor ou de mão gelada, lá vinha alguém encher-lhe o saco:
– Seja homem, rapaz!
Até quando, por uma razão ou por outra, telefonava, gaguejando, pra empresa onde trabalhava, a telefonista engrossava a voz e bufava, rindo:
– Seja homem, rapaz!
Num belo dia, não suportando mais a humilhação, resolveu se vingar.
Depois de treinar mil vezes em frente do espelho, e, depois de mil tentativas frustradas, gritou pra um colega, que sempre pegava no seu pé:
– É. Seja homem, que nem sua mulher já foi…

João Batista dos Santos

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!