Simplicíssimo

Capitão Crise e o BBB

Eis que volta à ativa o mega herói. Da última vez estava irado, contrariado e até entediado com a ausência substancial de pessoas, ou até mesmo de personagens, no reality show mais promovido pela mídia deste país – o BBB.

Cada vez que entrava na Internet aparecia um link com uma informação do programa, do que supostamente ocorreu, de como estavam suportando a tensão, etc. Cada vez que ligava a TV, em quase todos os canais, tinha alguém (?) falando sobre o programa e seus protagonistas. A lavagem cerebral imposta pela mídia transformou o programa em leitura obrigatória, quer fosse na TV, quer fosse nos jornais, revistas e afins.

Quanto aos participantes cabe uma pergunta: seriam eles personagens, pessoas, caricaturas? Talvez a própria escolha das pessoas e a montagem de um enredo prévio transtorne os inúmeros concorrentes. Mas não se desespere. Se você inscreveu-se e não foi selecionado, parabéns! Afinal, você deve ter algo de normal, simples, casuísta ou ocasional que transformariam “a casa” numa casa de verdade com pessoas dialogando e procurando conhecerem-se melhor.

Por fim, o resultado arranjado desde o início pode (e ficou comprovado) ser transformado no decorrer do programa. A força popular, movida pela incrível riqueza deste país, pode escolher quem quer transformar em milionário. Somente um país rico pode dar-se ao luxo de distribuir dinheiro todos os dias da semana para uma mega empresa que fatura com as propagandas milionárias que vende em cada horário.

No ano passado tivemos o BBB-piração, onde todos faziam parte de um enredo psiquiátrico arquitetado sabe-se lá com qual objetivo e fim pré-determinado, ou quase, como viu-se no final.
Cabe sabermos o enredo mirabolante para o ano de 2009 porque seremos forçados a vê-lo estampado nos jornais, revistas e redes de TV. A máxima “falem mal, mas falem de mim” é totalmente aplicada a este programa que a usa com maestria. Esperem e verão. Este texto é um exemplo disso.

Mauro Rodrigues

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!