Simplicíssimo

Pós-modernidade

Ordem, ordem, ordem. Disciplina, disciplina, disciplina. Amor de menos, sentir de menos, viver de menos. Gira a máquina, frenética e inflexivelmente, e o homem (alguns poucos, aqueles que ainda ousam sentir, nesse admirável mundo novo), pode apenas observar-se devorado, lentamente, com hora marcada, enquanto aguarda na fila.

Leandro Laube

Últimos posts

Follow us

Don't be shy, get in touch. We love meeting interesting people and making new friends.

Most popular

Most discussed