Simplicíssimo

Poesia à noite perfeita

Poesia à noite perfeita

Esta noite não quero nada
Não quero mocinhos, bandidos
Detetives, ladrões de jóias, policiais
Ou qualquer clássico em minha cama

Esta noite eles vão ter que me entender
Sempre me acompanham me acalmam e me fazem companhia
Esta noite vão abrir espaço
Vão dormir na gaveta

Esta noite na mesinha da cabeceira velas
Velas perfumadas, coloridas – vermelhas
As quero boiando, variando luz
Canela, Jasmim, Camomila, Eucalipto

Esta noite um óleo perfumado pra usar morno
Quente quero os lençóis, macios e novos

Pensei em tudo pra poder não pensar em nada
E tudo vai começar, assim que você chegar
Esta noite

Marcos Pedroso

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!