Simplicíssimo

Acho que vi um gatinho

“Mamãe, eu vi um gatinho no pomar. Posso ir até lá brincar com ele?”
“Claro que pode, meu anjo. Só não se afaste muito. Já está escurecendo…”
A filha saiu pulando de alegria.
Horas mais tarde quem pulava de aflição era o coração da mãe.
Por onde andaria a sua filha?
Ninguém nunca mais a viu.
O desaparecimento da menina coincidiu com o sumiço das pegadas da suçuarana que há dias andava rondando a fazenda.

Wilson Gorj

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!