Simplicíssimo

Paixão X Rivalidade

 

Todos nós respiramos, mas somos diferentes. Existem parâmetros a serem seguidos: como o bom senso, que para muitos é uma das coisas mais subjetivas do mundo e como a ética, que é mais bem definida mas que nem sempre é seguida. Por mais referências que existam, reagimos e pensamos diferente,quase sempre variando de acordo com a consciência e vivência de cada um. Dessa forma, um fenômeno observado comumente acontece quando se torce apaixonadamente: Rivalidade. Quanto mais emocionalmente envolvido for o torcedor, com mais força ele defenderá seu time e assim desenvolverá um imenso sentimento de torcida contra os rivais. Existem claro aqueles que põem o estado ou região a frente de tal rivalidade, mas estes geralmente não estão tão vulneráveis às investidas de outros rivais  mais ferrenhos. Já os mais envolvidos quase sempre também torcem contra os rivais. Quem estaria certo? Existe o certo ou o errado nessa maneira de agir? Porque seria errado usar a paixão e rivalidade, que juntas e inflamadas resultariam no desejo de que o time rival adquirisse uma coleção infinita de derrotas? Afinal, alguns dizem com certa razão que um time quando está jogando traja a camisa que o representa e não uniformes que estariam lembrando e referenciando seu estado ou região. O que é fato comprovado é que rivalidade e paixão clubística estão imensamente relacionadas.

Frank Santos

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!