Simplicíssimo

A Ditadura da Maioria

O sistema democrático se baseia na tomada de decisões pelo voto da maioria – pelo menos 50% + 1. O problema é que geralmente a maioria das pessoas não estão capacitadas para tomar certas decisões e se deixam levar por grupos, que usam sua força de influencia para impor a sua vontade; ou se abstêm da decisão, deixando-a com quem tem maior interesse no assunto – o que transforma a democracia num jogo de interesses particulares. Outro problema é que nem sempre a vontade da maioria corresponde a uma decisão justa. Por exemplo: não seria justo que 51% de uma população escravize os 49% restantes, só porque são maioria. Tanto se fala nos direitos das minorias, mas que força elas têm diante de uma ditadura da maioria?
 
O sistema de decisão pela maioria só funciona quando a maioria tem capacidade de tomar a melhor decisão para todos, respeitando os direitos de cada um. Enquanto tivermos uma população incapaz de entender a sua importância em tomar decisões inteligentes e justas, mesmo que tenhamos um sistema democrático, jamais teremos justiça social, ou desenvolvimento sustentável.
 
Se fossemos adotar o critério de valorizar a opinião, ou voto, dos mais esclarecidos, estaríamos sujeitos a uma ditadura de interesses dos que já são mais favorecidos; o que também não seria justo.
 
Só há uma forma de resolver este impasse: elevar o nível mental da população. E isso é função dos educadores e, principalmente, dos meios de comunicação de massa. Portanto, façamos a nossa parte, exigindo uma educação de qualidade e uma mídia responsável, para que finalmente tenhamos a sociedade que buscamos.

 

Celso Afonso Brum Sagastume

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!