Simplicíssimo

Desejo…

Desejo…

Luiz Maia

Esse meu desejo por ti
Arde em meu peito como uma dor.

É um amor proíbido, eu sei
Mas que nasceu sem que tu jamais soubesses.

Mesmo estando sozinho sempre estarás comigo
E não descansarei em paz se
Não possuir teu corpo que me seduziu um dia.

Recife, 28 de dezembro de 2005

Luiz Maia

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!