A velocidade do pensamento

Nada temo, não fujo das idéias
Que voam e invadem
Minha mente cansada

Não corro para longe
Pois não adianta fugir
De algo que vai sempre me alcançar:
Meu pensamento

As dúvidas das quais fugia
Já não me preocupam
São elas que me inspiram
Me respondem o que quero saber

Da escuridão surge a luz
De um lampejo, o brilho enfim
Um sorriso e a resposta
Ao medo que já não existe