Simplicíssimo

As iniciais

Foi nessa de um amor sem chance

Indecente e preso por si só

Lábios de mel;

Ira da carne, das vísceras,

Patente e latente dentro de mim

Entrelaçando tudo o que se faça sem fim.

Roendo cada canto que pudesse sangrar

Ou cada parte que viesse a faltar

Selando um pacto em que só um pode vencer

Entre eu e eu, ainda assim vence você!

Inaceitável te perder assim.

Resta de mim somente a essência:

O que sobrou de você!

Calando cada palavra sua

Ora silêncio, ora loucura;

Guardando a fissura de um beijo

O que sobra do seu desejo.

Grasielle Regassini

Últimos posts

Follow us

Don't be shy, get in touch. We love meeting interesting people and making new friends.

Most popular

Most discussed