E ele sim

Não, não tem nada
Deixa eu ver de novo
É, não tem mesmo
Mas juro que vi
Vi sim

O que era?
Sei lá

Não, não tem nada
Deixa eu ver de novo
É, não tem mesmo
Mas juro que vi
Vi sim

O que era?
Sei lá
Mas estava ali
Meio estranho
Estranho para mim

Olha só, mexeu de novo
De novo nada
Como pode?
Pode sim, eu vi
Não só vi como senti 

Definitivamente está ali
Posso olhar no meio dele
Sinto sua terrível força
Sim, é ele
Meu Deus, e agora?

Difícil reconhecer
Mas agora sei o que é
E está aumentando …
Aumentando …
Aumentando …

Calma !
Ainda há tempo
Venha me socorrer.
De que outra forma acabaria
Com o VAZIO de não te ter?