Simplicíssimo

Saída sem saída

A instabilidade da alma é incrível
Hoje, se estamos bem, amanhã nada
É garantia de nada. Se…
Luz e trevas se misturam.

Quanto mais pleno, mais confuso.
Queda d'água silenciosa…
Voz suave, palavras ásperas-lixas-pedras.

Poesia barata, ruim?
Ao menos como o ar que todos têm
Calos também.
– Hei quem é você?
– Como é que eu vou saber?!

Ó Deus, meu Deus, sou criatura sua!
Reconheço-me como seu.
Dores de dentes!
Areia na boca? – Eu sinto muito
Mas ele está morto
Não há nada que possamos fazer.
Morto! Morto?
Como quanto acaba a energia.

Marcos Pedroso

Follow us

Don't be shy, get in touch. We love meeting interesting people and making new friends.

Most popular

Most discussed