Simplicíssimo

Aurora (L – Epílogo)

L – Epílogo

Quando considero a brevidade da minha vida, engolida pela eternidade antes e depois, no pequeno espaço que preencho, e que sou capaz de enxergar, tragado numa imensidão infinita de verdades sobre as quais sou ignorante e que não me conhecem, fico assustado e atônito por ainda viver.Quem me colocou aqui?

Por ordem e instrução de quem estas verdades me foram alocadas?

 
***

Rodrigo Monzani

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!