Simplicíssimo

Autor - Rodrigo Monzani

O Marquês (XII)

  “- Nós, os novos, os sem-nome, os difíceis de entender, nós, os nascidos cedo de um futuro ainda indemonstrado – nós precisamos, para um novo fim, também de um novo meio, e de uma nova saúde.” Nietzsche, in: ‘A...

O Marquês (XI)

“- Muitas pessoas foram interrogadas a respeito desse extraordinário e horrível caso, mas não se chegou a nada que lance luz sobre o crime.”   Edgar Allan Poe “Os Crimes da...

O Marquês (X)

"Com o que a psique guerreia, se não com a injustiça da exterioridade, as vicissitudes repressoras dos instintos, os sofrimentos neuróticos que priva a liberdade que ainda pode dar tempo ao...

O Marquês (IX)

"Construimos um locus em que podemos ser Ao admitirmos corpos, linhas, terras, causas e efeitos, movimento e repouso, forma e conteúdo Sem esses artigos de fé ninguém toleraria agora viver. Mas...

O Marquês (VII)

“- Ninguém pode reinar inocentemente.” Saint-Just (1767 –1794) Granier sentia-se forte. Ele acreditava na coragem unida à inteligência, e foi a isso que chamou de força. Mas...

O Marquês (VI)

“- Quando os fins são grandes, a humanidade não julga o crime como tal, mesmo recorrendo aos meios mais terríveis.” Friedrich Nietzsche (1844-1900) Os longos raciocínios nos quais...

O Marquês (V)

“A imoralidade da mentira não consiste na violação da verdade. Ao fim e ao cabo, tem direito a invocá-la uma sociedade que induz os seus membros compulsivos a falar com franqueza para...

O Marquês (IV)

"Se Eva perdeu a humanidade comendo um fruto, a atitude inversa, o olhar um fruto sem comê-lo deve ser a que salva." Simone Weil Leçons de philosophie (1933-1934) Na primeira...

O Marquês (III)

O Marquês (III) – por Rodrigo Monzani 3. “Até em sua frieza se mostrou amável. Apartou sua mão da dele, mas deixou a sensação de uma pressão comovedora, e tão branda, e leve, tão leve, que, para a mente, isso era...

Follow us

Don't be shy, get in touch. We love meeting interesting people and making new friends.

Most popular

Most discussed