Simplicíssimo

Variações sobre a pedra

I.
Na profusão de seus pensamentos destacava-se este verso de Drummond: NO MEIO DO CAMINHO HAVIA UMA PEDRA.

– Agora não há mais, respondeu para si mesmo, enquanto lavava suas mãos assassinas.

II.
No meio do caminho havia uma pedra. Havia uma pedra no meio do caminho…
“Azar de quem a perdeu”, comentou o jovem drogado antes de fumá-la num cachimbo improvisado.

III.
“Uma rosa é uma rosa é uma rosa.”
Gertrude Stein
A professora explicava que o poeta queria dizer que a constante pedra no meio do caminho representava os obstáculos da vida. Mas se dizia isso era porque não era poeta. Se fosse, saberia que uma pedra no meio do caminho não representa outra coisa a não ser uma pedra no meio do caminho.
Uma pedra é uma pedra é uma pedra.

Wilson Gorj

Últimos posts

Follow us

Don't be shy, get in touch. We love meeting interesting people and making new friends.

Most popular

Most discussed