Simplicíssimo

O sentido da vida é lavar panelas…

O sentido da vida é lavar panelas…

O sentido da vida é lavar panela, pintar paredes, tetos de capela…

Este final de semana eu dediquei à faxina, e como podem dizer alguns, o que é pior, à faxina da casa do meu amor! Tiramos todas as louças de todos os armários, borrifamos veneno, passamos pano, polidor, limpa vidro, lavamos todas as peças e as re-arranjamos. Da noite de sábado à tardinha de domingo.

E enquanto eu fazia, o irmão da minha paixão brincava que eu sim mestre em
relacionamentos, para fazer aquele trabalhão, num final de semana, numa casa que nem era minha e sorrindo e brincando o tempo todo. Eles mal sabem que alí eu descobri, aos 26 pra 27 anos da minha vida, aquilo que eu já desconfiava, o sentido da vida é um só, é simples, e pode até mesmo ruir com as estruturas da igreja católica e algumas outras, que se dedicam a tentar apontar uma direção para a vida dos outros.

No filme Troia, com Brad Pit, o defensor de Troia e irmão do covardão do Orlando Brum, no eminente combate entre o príncipe e o líder inderrubável Aquiles, este diz: "Só temos três regras simples que regem a vida de Tróia: Ame seu trabalho, ame sua mulher e ame seu país. Com estas três simples regras, fazemos do mundo um lugar melhor". Foi isso ou algo muito parecido com isso que ele disse no filme.

Enquanto as pessoas falam muito sobre o sentido da vida, cortam os pulsos, desesperam-se, se perdem em drogas, no crime, em vícios como bebidas e jogos, o sentido da vida, na verdade, parece flutuar ao nosso redor a muito tempo, desde o início dos tempos e nosso mundo é fruto de pessoas que perceberam qual é esse sentido.

Além de Tróia, diversas outras ficções buscam mostrar-nos qual é esse sentido, a comitiva do Anel, de Tolkien em O Senhor dos Anéis; Jack Maguire, Julia Roberts em Erin Bruckenhein (ou algo parecido, o filme onde ela não é uma advogada, contra uma mega coorporação), Leo DiCaprio em "O Aviador", "Diamantes de Sangue" e assim vai… O objetivo da vida é, tornar cada pequena coisa do mundo que toquemos, algo melhor do que quando encontramos.

Essa simples missão nos dará trabalhos absurdos, por vezes as pessoas ao redor vão nos questionar por que estamos fazendo isso ou aquilo de graça, mexendo por vezes em algo que nem é nosso, mas no nosso âmago saberemos, estamos fazendo algo por que sabemos que podemos fazê-lo melhor, e fazendo-o algo melhor, a cada dia, um dia faremos algo realmente incrível, descobriremos os equivalentes ao fogo e a roda para nossa era, seremos nossos Santos Dummont e Grambell, e aí, como diz aquele androide do comercial do Johnny Walkier: "Eu posso viver para sempre, basta não me desgastar; Você também pode viver para sempre, basta fazer uma ação notável".

Eu descobri isso, lavando as panelas do meu amor, com imenso prazer por ajudar a fazer de seu lar, um lugar um pouco melhor…

Deus, eu te amo, vida, eu te amo

Luiz Emanuel Campos

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!