Simplicíssimo

Par de sapatos

Se tinha uma coisa que me deixava louca, eram aqueles pés dela, aqueles sapatos. Eles mexiam comigo, com minha imaginação. Era o barulho que faziam no carpete de madeira, tão diferente dos meus, era a forma redondinha, bonitinha, que se somavam, pézinhos dourados e sapatos de ouro.

Quando ela estava distraída, no banho talvez, eu corri, coloquei aqueles sapatos e caminhei pelo quarto. Eu vibrava, eu era ela. Corri me olhar no espelho, subi na cama e me virei, dando de cara com ela gritando comigo: "Menina, sai já de cima da cama, minha filha. Com meus sapatos ainda!".

Luiz Emanuel Campos

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!