Simplicíssimo

Pedaços

Ao se andar sorrindo
De pés descalços,
Pisando na terra,
E diminuindo o passo
Esconde em si mesmo
Uma dor, um aperto.

Nota ao seu redor
Uma grande sala vazia
Que fora tão cheia um dia

Quando quase desesperado
Consegue achar alguém
Pede então um abraço
Tenta juntar pedaços
Faz um esforço redobrado
Até tudo fazer sentido

Frank Santos

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!