Simplicíssimo

Sem Garantias

Uma visão sombreada
De uma beleza indomada
Que atravessa as fronteiras
Da ficção pouco provável
 
Um desânimo então avisa
O quanto aborrece
Admirar cada dia
Um universo distante
 
No parar e refletir
Lições a pensar
Enquanto um bote
Em pleno sol forte
Passeia em silêncio
Mesmo em mar agitado
Tudo pode ser calmo
 
Ventos mudam sem avisar
Formando tempestades
Mas nem tudo se move
 
O que é lindo se vê
E mesmo sem se entender
Um encanto se faz
Sem trazer garantias
 
Nada explica
A imunidade imposta
Por um sentimento
Em sua melhor forma.

Frank Santos

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!