Simplicíssimo

O silêncio

 

Vivendo em uma cultura onde os ruídos, o movimento, o barulho estão em constante ebulição, falar sobre silêncio se torna cada mais difícil. Vejo grandes escritores e pensadores procurarem uma definição certa para uma coisa tão íntima como o silêncio, mas isso é o momento diferente e especial para cada pessoa.
Percebamos que, quando vemos alguém calado, em seu momento introspectivo, a primeira coisa que pensamos é que esta pessoa está doente, depressiva ou com algum problema. Muitas vezes apenas essa pessoa quer frear as ideias, parar um pouco o ritmo da vida.
Silenciamos para pensar, para refletir. Silenciamos para medir as palavras. Silenciamos para, muitas vezes, tomar outro rumo na nossa vida.
Uma experiência estranha e interessante que me ocorreu foi estar em meio ao emaranhado de vozes e simplesmente tudo começa a silenciar, não escutava nenhum barulho e observava detalhadamente o ambiente; não, caros colegas, não estou falando de um quase coma alcoólico ou em um momento de extrema sonolência, estou falando de um momento onde tudo para e o silêncio é a chave mestra.
Procure esse momento para si, pelo menos uma vez ao dia, um momento só seu, onde possa falar consigo e ninguém pensar que está ficando louco ou depressivo, um momento para pensar na sua vida e tomar decisões. Apenas silencie…
 
“O silêncio é um amigo que nunca trai”
Confúcio

Cibelly Correia

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!