Simplicíssimo

Curtas e Loucas

Curtas e Loucas – Parte CCXXVII

 

Na calada da noite ele caminhava sorrateiro, por entre becos e valas, vielas e ruelas. Todo cuidado para não ser descoberto, não ser notado. Avistou a porta, entrou. A mulher o esperava com o rolo de macarrão na mão, impaciente… Resignado, abaixa-se e espera o golpe fatal. Melhor morrer a contar a paixão secreta pelo cunhadão, lindo e sarado…

 

———————————————————–

 

Carla não gostava de Joana e vice-versa. Não se suportavam, mas disfarçavam muito bem. Perto dos chefes, eram amicíssimas. Quando estavam só as duas, odiavam-se gratuitamente. Cuspiam-se, beliscavam-se, batiam-se. O certo é que a rivalidade era tão importante, que quando Joana aproximou-se para pedir desculpas e esquecer a briga, Carla demitiu-se, pois não conseguiria viver sem odiar a companheira…

 

———————————————————–

 

O presidente olhou no relógio. Passavam das 23 horas. Hora de dar comida ao bichinho de estimação. Suspirou, levantou-se do trono, foi à geladeira, pegou o vinho, as rosquinhas salgadas, os molhos cubanos e a bandeja de prata. Na masmorra, encontrou Dirceu dormindo no canto da cela. Outro suspiro, passou os acepipes pela entrada de comida da porta e recolheu-se aos aposentos presidenciais…

 

———————————————————–

 

Mandaram o Lula embora, e o Severino assumiu por trinta dias. Comprou metade das forças armadas, deu um golpe, e reinou absoluto durante trinta anos. Morreu na cadeira presidencial, sorrindo e olhando para o céu… A democracia voltou e, aos cento e dois anos de idade, Lula concorreu à presidência com FHC, de 112 anos. O slogan do Lula era: Renovar é preciso, viver não é preciso. O slogan de FHC era: No meu tempo é que era bom… Mas, o povo preferiu eleger o Padre Marcelo Rossi, aos 75 anos de idade, por acreditar sempre na juventude…

 

———————————————————–

 

– Ah, Susu, volta vai…

– Não Mamá… Não dá, estou em outra…

– Mas você sempre disse que me amava…

– Disseste bem, querida, amava. Agora eu e a Helô estamos muito bem…

– Mas, me diga o que é que eu fiz de errado…

– Marta, trair com outro homem tudo bem, com uma mulher, tudo bem, mas com um Argentino é sacanagem…

– Tudo bem então… Não esquece de colocar o Supla pra dormir às dez horas, e não deixa ele comer muito doce…

 

Fim

Marcos Claudino

Marcos Claudino

Últimos posts

Follow us

Don't be shy, get in touch. We love meeting interesting people and making new friends.

Most popular

Most discussed