Simplicíssimo

Os Arcos da Justiça

Já disse que está estranho. Estes jogos olímpicos em Pequim nem começaram e já estão um pouco azedos, a meu ver. Um atentado e mais de 15 mortes, uma maquiagem na parte da favela que não deu tempo de remover, tapados por um muro que mais se assemelha a uma prisão. Agora temos a grande muralha e a pequena muralha, mas nem tanto. Tudo que separa é estranho, anti-eu apenas.

E o que dizer daquele céu? Azul? Já foi algum dia? Um rodízio às pressas, fábricas fechadas, e o céu continua mais feio que Cubatão. Uma duríssima lei anti-protestos. É proibido dizer “Tibet”, sob pena de desaparecer.

Aliás, quem são os governantes? Alguém já viu? Quem são os homens detentores da glória do enorme volume comercial que praticamente deixa o mundo à beira de um colapso, às custas de mão de obra barata e, em alguns casos, de graça, se é que me entendem…

Estranho é que quando interessava, haviam boicotes daqui e dali. Mas quem tem coragem de desafiar os chineses? Por uma guerra fria, ocidente e oriente ficaram fora, alternadamente, de três olimpíadas. E agora? Vão bastar os simbolismos que alguns atletas estado-unidenses (termo da Wikipédia) estão apresentando em sua chegada? Mas agora não é interessante, sequer para a imprensa, de fora e de dentro, tão justa e coerente sempre, relatar ao menos um pouquinho dos exageros desumanos praticados pelo governo chinês.

Dois pontos básicos:

  1. Não se inclui neste solitário manifesto os gatos na garrafa. Parece que não são reais, nem tampouco tanto e tanto material vindo de spams não verificados sobre os chineses.
  2. Finalmente, este manifesto não tem por intenção, em qualquer parâmetro, praticar xenofobia, discriminação a este ou àquele povo, raça ou local.

Trato apenas de minha não-concordância à forma de governo totalitarista e desumana que o povo chinês, infelizmente, entre tantos, inclusive o nosso, sofre e, por motivos comerciais e financeiros, são desprezados, estrategicamente passam desapercebidos.

Triste o homem…

Marcos Claudino

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!