Simplicíssimo

Um Dia Perfeito

         Estavam a Silvia (anfitriã), seu marido Lucio e sua filha Julia. Estavam Carlos, sua esposa Cris e na barriguinha da Cris o Miguel, chutando pra todos os lados. Estavam a Rosana, o marido Marcos (o Fofo), e sua filha Bia. Estávamos eu, minha esposa Glaucia e Glauco, nosso amigo quase filho. Faltaram a Bete, a Luciana, a outra Cris, a Irene e suas famílias.
         Passados quase dez anos de um grupo que iniciou com vínculos apenas profissionais, é gostoso saber que, apesar da separação profissional, o convívio continuou, a amizade nasceu e cresceu, o bem querer ficou e aumentou.
         Passados quase dez anos, estas pessoas cresceram, melhoraram, conquistaram, e dão claros sinais de melhoras futuras constantes. Conquistas pessoais, todas elas comemoradas pelo grupo.
         Bom demais relembrar episódios engraçados daqueles velhos e ainda presentes tempos. Bom demais curtir verdadeiramente a companhia, bom demais curtir as brincadeiras, saborear cada gargalhada, solta sem dissimulação ou cuidado.
         Um dia perfeito, como tanto trabalhamos para conquistar, e que sempre deixará no peito o gosto de quero mais, porque senão este mundo não valeria à pena…
         Marcos Claudino, 41 anos, profissional de Recursos Humanos, não tem certeza de nada, mas tem amigos para compartilhar todas as incertezas.

Marcos Claudino

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!