Simplicíssimo

Pais com tempo marcado

 

Vejo na tevê casais que acolhem, por algum tempo, crianças envolvidas em tragédias familiares. É um projeto da Prefeitura do Rio, em que a família biológica é atendida no mesmo período.

Normalmente, tratam-se de casais que já criaram os filhos e sentem-se disponíveis para amarem outras crianças. O encanto me toma a alma. O desprendimento das pessoas em receber crianças mal tratadas pela vida me emociona. Penso que não seria capaz de tal gesto. Por comodismo, por egoísmo e pelo sossego do corpo. Da alma? Nem tanto.

Estes casais devem estar naquela faixa de humanos que ao superarem o egoísmo, ascendem ao mundo dos seres iluminados. Não sei onde fica este lugar, nem se ele existe. Apenas acredito que eles devam dar um sentido pleno as suas vidas.

16.06.09

Terezinha Pasqualotto

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!