Simplicíssimo

A cobertura da eleição na TV

Vou falar apenas do que vi, pois parte deste domingo eu passei trabalhando como mesário na eleição. Quando cheguei em casa, tentei assistir o máximo de tv que pude, mas houve um apagão de pelo menos duas horas, tempo esse que utilizei para tirar um cochilo no sofá.

A Rede Bandeirantes, já estava cobrindo a apuração dos votos ao menos desde o momento em que cheguei em casa, pouco depois das 18:00. Enquanto isso, Faustão mostrava as video-cassetadas na Globo, um filme muito ruim era transmitido pela Record e o Gugu abalava no SBT, com flashes de Ana Paula Padrão, é verdade. Mas o destaque mesmo foi a Band.

Passei pela TV Cultura, mas só uma vez. Então nem posso falar nada. Mas acredito que eles tenham feito uma bela cobertura. Mas a Band, creio eu, ninguém supera.

Não se limitando a flashes ao vivo, a Band mobilizou uma enorme quantidade de jornalistas in loco (na frente das casas de alguns políticos, na sede do TSE, nas sedes de alguns TRE’s) e um senhor corpo de outros jornalistas e entrevistados nos programas ao vivo, mesas-redondas, na verdade.

Joelmir Beting, Ricardo Boechat, Franklin Martins (já tive a honra de trocar alguns emails com os dois últimos), Fernando Mitre e outros comandavam as mesas. Que contaram com candidatos e convidados especiais, como o senador Eduardo Suplicy, a deputada Luiza Erundina, o assessor do presidente da república (não anotei o nome dele, me perdoem), o coordenador da campanha do candidato Geraldo Alckmin (também não anotei o nome dele, Eduardo alguma coisa) e outros.

Enfim, foi um show de cobertura. Um banho mesmo, nas outras. Na tv fechada, o GNT entrou com o Manhattan Connection já não seu que horas, mas o Diogo Mainardi lá estava presente para comemorar efusivamente o segundo turno na corrida presidencial. O GloboNews bem que tentou, com Lucia Hipólito e aquela outra menina, a cheinha, Cristiana Lobo, e mais dois jornalistas, fazer uma espécie de mesa redonda, mas faltou timing a eles. Não tiveram entrosamento.

Eu fiquei realmente surpreso com a brilhante cobertura da Band. A Globo vem vacilando, e seu jornalismo, apesar de constantemente se premiado, não é mais aquele. Boechat, Beting e Franklin Martins na Band, todos eles já foram globais, estão arrebentando.

É bom ficar de olho neles.

Rafael Rodrigues

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!

Últimos Posts