Simplicíssimo

Copa e Vontade

Violentos Haikais 82/X

Seleção de nada
Fora da Final, um fim normal

Só na cabeçada.

 

Faroeste 68/X

Briguinhas tolas
Um fim de saudade, segunda não

Meu coração em olas.

     

Os Italianos tinham um porquê de ganhar a Copa. Eles estavam com a corda no pescoço. O campeonato deles teve um escândalo de compra de juizes, sendo que um dos times corre o risco de ser rebaixado para a terceira divisão. A poderosíssima Juventus. Outros times perderam pontos na tabela ou foram rebaixados sumariamente, da primeira para a segunda divisão.

 

O campeonato brasileiro do ano passado também foi marcado por compra de juizes. Não seria, então, justo que nossos jogadores também estivessem com os nervos a flor da pele, prontos para ganhar o campeonato de qualquer jeito?

Que nada, os jogadores que formam a seleção brasileira não jogam o campeonato brasileiro! Comprar um juiz (de futebol…) no nosso País não é motivo para punições maiores, a não ser para o ladrão de galinhas, ops, o Juiz.

 

Tudo é mais light em relação a pessoas que tenham um pecadinho simples de desvio de dinheiro público para uso próprio. Ninguém faz harakiri, ninguém se suicida, não tem problema. Dinheiro do povo que serviria para que todos pudessem ter melhores condições de saúde, educação e de entrada no mercado consumidor para transformar o Brasil em uma das maiores potências de todos os tempos. A primeira vez que uma nação poderia mostrar que não se precisaria de uma guerra para parecer grande, forte e consolidado.

 

Pois é! Temos tudo que precisamos para sermos a super potência do novo milênio: criatividade, força de trabalho e uma infinidade de recursos naturais, desde solo produtivo a minérios e petróleo.

 

Aliás, tem uma coisa que não entendo: somos independentes na questão da produção do chamado ouro negro e ainda sim, temos os combustíveis mais caros do planeta?

 

Ih, acham que compraram o Juiz dos preços…

 

De ré na contramão, achando que ainda temos como ser campeões em tudo, até na força de vontade!

Pedro Armando Furtado Volkmann

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!

Últimos Posts