Simplicíssimo

A morte da vaquinha

A morte da vaquinha

A galinha foi atravessar a rua e pegou uma gripe rodoviária.

A vaquinha por sua vez, se apaixonou e pegou uma febre afetuosa.

O jogador Maradona, infectou-se com o É bola vírus.

A Carla Perez, com o Hanta vírus.

Nosso presidente, pegou um simples (má) influenza e deixou todo mundo doente.

Waldemar Nnakesol saiu do hospital. Tudo corre bem lá em Londres. A princípio, a pancreatite do nosso colunista não deixou seqüelas. Vamos ver se logo ele volta a fazer parte da trupe.

No último dia 25 de outubro, o Simplicíssimo completou 3 anos de existência. Desde a edição de número ZERO em 2002, foram mais de uma e meia centenas de edições pautadas pela ânsia de saber, pela busca da discussão literária e da livre expressão artística. Esta última, como certeza, a mola mestra deste seu Simplicíssimo. Muitos colaboradores, muitos autores e alguns poucos com destaque que se tornaram colunistas ou mesmo que publicaram seus textos nestas páginas por apenas uma ou duas ocasiões. Todos podem ser visitados e revisitados em nossas páginas de arquivo.

Ainda não inventaram vírus identificado ou anônimo capaz de nos derrubar. Como costumo dizer, segue o baile. E até a próxima semana. Com cem ou sem leitores.

Rafael Reinehr

Rafael Reinehr

Últimos posts

Follow us

Don't be shy, get in touch. We love meeting interesting people and making new friends.

Most popular

Most discussed