Edição 002 (18/11/2002)

Sú-mário

Muita coisa já aconteceu por aí, Mundo afora. E na sua vida, no seu mundo? Por aqui tudo em cima. Muito trabalho duro na vida real. Já aqui, no mundo da fantasia do Simplicíssimo tudo correndo às mil maravilhas. Bem, é que, como vocês sabem, este fanzine está começando. E está começando mesmo!!! Então ainda não temos muitos colaboradores, se é que vocês me entendem. Mas isso vai mudar… …espero! Nessa edição uma breve análise metafísica sobre a dúvida e sobre a origem e o sentido das coisas (e para ser mais interessante, uma análise apenas parcial, superficial e incompleta, que não nos leva a nada nem a lugar algum!). No segundo artigo apresento um trabalho escrito há muito tempo e achei que poderia coloca-lo no Simplicíssimo, mesmo achando-o brutalmente incompleto e muito superficial. Mas nesse mundo de hoje, não é a aparência, a superfície que importa, que chama a atenção das pessoas? Bundas e escândalos: se não for uma dessas, não cola… Também mais um textículo da renomada (nem tanto assim) enfermeira e escritora Evelise B Rodrigues, figurinha carimbada do Simplicíssimo. Esses artigos foram extraídos da edição impressa dos jornais Simplicíssimo números 2 e 3, publicados em 15/01/2001 e 29/01/2001. O Simplicíssimo como jornal impresso teve curta duração: foi até o número 5. Extrairei desses jornais alguns artigos para serem agora reproduzidos nesta edição “virtual”. A propósito: estamos esperando colaborações para as edições vindouras do Simplicíssimo. Vale qualquer coisa em se tratando de prosa, poesia, contos, crônicas, divagações, teorias, letras de música, receitas culinárias, reproduções de pedaços da lista telefônica, extratos bancários, excertos de livros que te chamaram atenção, citações, resenhas, resultados de pesquisas científicas, teses de mestrado, doutorado, pós-doutorado ou pós-pós-doutorado, opiniões, sugestões, insultos e ofensas, redações e composições do tempo da infância, etc., ou seja, qualquer forma de expressão cultural na forma escrita que possa ser reproduzida nestas páginas. Ressalta-se que, preferencialmente sejam enviadas em formato .txt (pois ocupa menos espaço). Caso seja enviado em .doc ou .htm, podem haver perdas significativas na formatação. Vamos lá sem mais delongas ao que interessa: Simplicíssimo número 2!