Edição 269 (12/03/08) – Velozes e Furiosos?

Um curioso e desagradável evento marcou o dia de hoje por aqui. De uma hora para outra (ou numa fração de tempo muito menor), o site saiu do ar, deixando apenas uma mensagem com esta: “This account has been suspended – Please contact the billing/support department”. Cabe esclarecer que o pagamento do servidor (localizado em Lake Tahoe, Nevada – EUA), encontra-se absolutamente em dia. Um curioso e desagradável evento marcou o dia de hoje por aqui. De uma hora para outra (ou numa fração de tempo muito menor), o site saiu do ar, deixando apenas uma mensagem com esta: “This account has been suspended – Please contact the billing/support department”. Cabe esclarecer que o pagamento do servidor (localizado em Lake Tahoe, Nevada – EUA), encontra-se absolutamente em dia. Com o Rafael atarefado e o Eduardo idem, sobrou para mim. Abri um ticket solicitando esclarecimentos e, 6 horas depois, sem resposta, acionei a ajuda pelo Live Chat. Em menos de 5 minutos, o atendente resolveu o problema, mas não conseguiu elucidar o motivo da pane.

Cá com meus botões, me pus a pensar na crescente dependência tecnológica a que vamos nos submetendo, sucumbindo ou, mais esperançosamente falando, evoluindo. Seria um bem adquirido ou um mal necessário? Lembro de quando tínhamos o tempo para chegar em casa e usar o telefone ou usar um orelhão. Hoje achamos muito estranho, nos preocupamos e até brigamos com os amigos que não atendem o celular, que demoram a retornar a ligação, que não respondem imediatamente os nossos “torpedos”. Ao menos as filas intermináveis nas quentes cabines telefônicas das praias desapareceram. Solução ou ilusão?

O que seria de nós sem o computador, o celular, a Internet, o microondas, a net (ah a net…) e as pantufas de coelhinho? Ops, isso já é outro assunto… Mas enfim, sobrevivemos (um pouco mais perturbados ou traumatizados) e, com horas de atraso, finalmente publicamos a edição 269 (bombando!). Aproveitem enquanto é tempo. Quem sabe, futuramente, enviaremos os textos direto para o cérebro de vocês, por telepatia, sociopatia ou coisa parecida.