Simplicíssimo

Edição 350 – 01/11/2009 – O trabalho de um editor

Em um site literário, como outro qualquer, o trabalho de editor não é fácil. A parte chata, de editoração dos textos, é compensada por outra, muito mais interessante, que é a selecionar os textos da edição.
Entretanto, muitas vezes somos surpreendidos por alguns textos que nos tiram do eixo. Ou apresentam tantos erros ou são tão simplórios que não poderiam ser publicados. Esta é, talvez, a mais desconfortável situação na qual um editor pode se encontrar: precisar negar a publicação de um texto.
Felizmente, a grande maioria dos textos que recebemos aqui no Simplicíssimo são bem escritos e os pequenos erros são passíveis de fácil correção. Como o Simplicíssimo não é um site com intento político, a pluralidade de opiniões é estimulada, e mesmo textos que batem de frente com as crenças deste editor são publicados, já que o espaço para discussão está aberto, e encontra-se na caixa de comentários.
Como vimos na edição passada, o Concurso de Minicontos foi escolhido como investimento inicial do Simplicíssimo, e estamos estruturando as regras do mesmo para lançamento em breve.
Se você for escritor e quiser divulgar seu livro e ao mesmo tempo doá-lo para a premiação do Concurso, que na sua edição anterior contou com mais de 400 inscritos, fale conosco. Já temos 4 livros doados até o momento.
A partir desta edição, iniciamos nossa parceria com a Livraria Cultura e com o Submarino. De cada compra realizada através dos banners nas páginas do Simplicíssimo, uma pequena comissão será revertida para manutenção do servidor e o excedente (se houver), será utilizado para patrocinar concursos e outras iniciativas do site.
Então, se for comprar algum livro, CD, DVD, eletroeletrônico ou qualquer outro produto, lembre-se de primeiro visitar o Simplicíssimo e clicar no banner para ir à Cultura ou ao Submarino e só então efetivar a compra. Fazendo desta forma, estará ajudando o site a promover a cultura em nosso país.
Finalmente, uma dica: visitem o site da Editora Deriva, de Porto Alegre, e comprem alguns de seus DVDs, como A Tornallom, Brad, Genova, Zapatistas ou a Quarta Guerra Mundial. Um mundo diferente (mas real) irá se abrir frente aos seus olhos.
Até a próxima semana.

 

Rafael Reinehr

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!