Casa de interior

Uma casinha tranquila,
escondida
nas ruas sinuosas e arborizadas
do interio
É aí que mora minha irmã.

Uma casinha tranquila,
escondida
nas ruas sinuosas e arborizadas
do interio
É aí que mora minha irmã.
E mora no meu coração.
Plantei uma árvore no jardim
atrás dos vasos e das flores.
Que seja forte e decore a casinha da minha querida…
Sinto falta do brilho das estrelas no quintal
Do canto dos passarinhos ao amanhecer
Do perfume doce das flores noturnas
Da rua deserta
Do silêncio
Da lua cheia iluminando a sala
A vida em SP é outra.