Eu Estou Morto *

(* Bom….Foi uma época…Eu sofria de depressão….Ainda trato….Mas estou bem e feliz….Era minha carta de Adeus !!!)

Como se fosse hoje, vejo o dia de minha morte
Como se fosse hoje, vejo meu sangue salpicando o meu lençol
Eu me arrependi, mas já era tarde e eu sabia que não haveria mais volta
Eu morri naquela noite de lua cheia
E quando lembrei que você existia…
Bem, quando eu lembrei, eu já estava lá com minha alma em chamas
O lugar era quente e sombrio
E a todo instante mais uma alma amaldiçoada como a minha chegava para ser queimada
E o estranho disso tudo foi a dor que me dava prazer…E muito…
O inferno é um lugar que nos dá prazer, como as drogas…
Vejo você aí..Ainda vivo, se perguntando porque eu acabei comigo mesmo
O motivo… O motivo foi a dor, o sofrimento que me corroia por dentro
Não havia mais vida em meu interior
E eu que vivia agradecendo o sol que brilhava para as pessoas que amam…
E também tem esse sentimento, o AMOR, que me trouxe felicidade (um dia)…
Sua dor será passageira
Pois nunca alguém como eu faria alguém inteligente como você feliz
E como eu quero vê-lo feliz
Fui embora sem me despedir por assim achar melhor

Procuro algo que tenha feito e não encontro nada

Então decidi banhar-me em meu sangue
Eu estou morto
Sou agora uma alma que parta sempre irá arder-se aqui
Nas chamas desse silencioso e sombrio inferno
E como se fosse hoje
Vejo minha morte
Eu estou morto
O sangue do lençol já está seco
E você que tanto se lamentou
Está vivo e feliz
Eu estou morto
Queimando nesse prazeroso inferno
Que é como um céu para mim
É um paraíso quente e a dor será eterna
Adeus amor
Estou partindo agora para aliviar minha dor que de qualquer forma iria me matar
Espero-te…
Mas estou morto

Do eterno amaldiçoado….