Que você seja feliz

Não interessa a sua ignorância nem os meios que você leva seus pensamentos
Mesmo entre os ventos que passam em nossos caminhos
Prova-me o quanto não houve perfeição na sua vida e ainda caminha pobre de espírito Image

Não interessa a sua ignorância nem os meios que você leva seus pensamentos
Mesmo entre os ventos que passam em nossos caminhos
Prova-me o quanto não houve perfeição na sua vida e ainda caminha pobre de espírito

Você admite que o tempo passa e que você é a supremacia em vida
Engana-se com o falso e esquece o lógico assim são seus passos pequenos.
A vida te vira as costas e você sabe que no além existe a decepção
verdadeiramente, você se faz ignorante.
Do tempo da vida dos sentimentos e acima de tudo de esconder-se diante da mentira.
O que mais resta se não o sofrimento futuro.

A orgia que te satisfaz agora e será seu pesadelo do futuro.
O corpo apodrece e a alma se fere.

Não interessa o dia a dia.
A volta a ilusão de ser.
Não é nada a não ser a doença da alma e do espírito

A única aproximação é o corpo que não vale de nada
Mesmo pensando que assim será o tudo.

Seu futuro pobre sem recompensas
Seu sorriso triste sem alegrias
Sua alma perdida sem direção
Todos longe porque não existe mais prazer

Não interessa sua culpa muito menos seu perdão
Não interessa a sua vida pois perdida não vale nada

Mesmo assim que você seja feliz