Simplicíssimo

Guarda

E o que te guarda o final

Se a principio

Éramos e em meios

tentativas de embrenhar?

Põe-se a espera

E guarda suas guardas

Amarras

Seus afoitos desejos

Enquanto vãos

Preenchem o que resta

Ésó um oco

Aguardando solene

Dolente

As formas desse seu amar


todos direitos reservados-registro BN

Elainemalmal

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!