Simplicíssimo

JUSTIÇA E EQUILÍBRIO

 

                  O Budismo diz que todos os homens são iguais em sua essência: Todos buscam a felicidade e a distância do sofrimento. Desta forma todos buscam a mesma coisa. O que os diferencia e faz com que sejam únicos em si mesmos são seus valores, suas crenças e certezas, internalizados como verdades em função de suas experiências e relacionamentos, ao longo de sua existência

 

                  A liberdade move os homens para esta direção. È através dela que se movimentam, escolhem, decidem e por fim, agem, mesmo que a ação seja a própria inércia.

 

                  Os homens são livres para a realização (“Só não podemos não escolher.” J.P.Sartre)

 

                  Neste aspecto, a Justiça apresenta-se como uma ferramenta fundamental para a organização e o equilíbrio destas liberdades individuais. A viabilidade de uma sociedade de homens livres se dará através das Justiça.

 

                  Talvez a liberdade esteja mais relacionada com a maneira com que buscamos a felicidade (escolhas) do que com sua própria conquista, pois a Justiça  inseri o sentido de equilíbrio coletivo à felicidade.

 

                  Por fim, entendo que, nesta dualidade entre o direito e por que não dizer também o dever (Sem liberdade o homem iguala-se ao nível dos animais.) do exercício da liberdade, e a necessidade de justiça, o objetivo que determina a existência harmônica da sociedade e que precisa ser buscado de forma constante é o equilíbrio ético do agir dos homens.

 

Nexus Anversus

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!