Simplicíssimo

Oração da Igualdade

São Paulo, 23 de abril de 2007.

ORAÇÃO DA IGUALDADE

Senhor, fazei-me instrumento de vossa compreensão. Que eu possa respeitar o japa safado. Que eu possa ver Teu olhar no baiano vagabundo. Que eu enxergue Tua luz no baixinho idiota, e que o careca “ducacete” tenha lugar à minha mesa. Ó pai, fazei com que eu mereça um lugar à Sua direita, repartindo meu pão com o preto “filadaputa”. Meu pai, que a loira burra seja minha companheira, que o véio inútil encontre em mim a Ti. Que o pivete desgraçado receba de mim Sua palavra, e que o gordo nojento divida comigo Teu pão e vinho.

Enfim, meu Deus, que, depois de todo esse sacrifício, que nós, loiros de olhos azuis tenhamos nossa recompensa ao Seu lado, no andar de cima, pois essa corja não conseguiria compreender toda a nossa superioridade.

Amém!!

Marcos Claudino, 37 anos, profissional de Recursos Humanos, baixinho e daqui a pouco barrigudo e careca… Deus Me livre!!

Marcos Claudino

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!