Simplicíssimo

Edição 278 (14/05/08) – O “domínio” do(a) Globo

Talvez pela falta de assuntos, talvez pelo excesso, hoje o editorial aborda o ser humano através do futebol. Ocorre que, freqüentador assíduo do Beira-Rio, estádio de do Sport Club Internacional, ando meio cabreiro com o horário dos jogos. E isso se estende aos meus amigos Cláudio e Lenne, fiéis companheiros futebolísticos. Com início às 21:45 e término às 23:45, mais a dificuldade em sair do estacionamento e o engarrafamento posterior, acaba-se iniciando o envolvimento com o evento num dia e terminando no outro. E o inverno vem aí. Aqui no sul, meu amigo, faz muuuuuuito frio nesse horário. E lá no Beira-Rio, que fica … na beira do rio, sopra um vento daqueles. Mas quem se importa?

_ O horário é esse porque quem paga é a TV. E mais cedo tem novela. Não pode ser! Perdermos audiência.
_ Sim, mas e a saúde do povo?
_ Olha, um povo gripado faz o quê? Fica na frente da TV. Só pode ser! Ganharemos audiência.
_ Mas e a ética?
_ Como? Ét o quê? Tem um dicionário aí?

Nada bem, mas acabamos percebendo que existe também um desconhecimento do que acontece por aqui ou então, pior, a velha discussão da marginalização do “resto do país” (o que não é Rio e São Paulo – nem, noutra esfera, politicamente favorecido, o Nordeste). Isso ficou muito claro no mês passado, quando a Globo enalteceu a torcida do Flamengo com a inédita música no ritmo do “Tema da Vitória” de Airton Senna. Inédito uma ova! Por aqui já cantávamos muito antes. E, no domingo passado, o Fantástico repete a dose. Agora a fiel torcida do Corinthians recebe os méritos por lançar um canto usando o ritmo da musica Amigo, do Roberto Carlos.

_ Ah meu amigo de fé, meu irmão camarada. Como dizer a eles que há 2 anos já fazemos isso?
_ Pois é, e que as nossas letras são muito mais ricas que aquelas…
_ Ta doido? Vão te chamar de mentiroso, gaúcho metido a besta e até fazer o Roberto Carlos e a família do Airton Senna te processar. Ou o próprio Senna. Eles devem ter parceria com o céu (ou o inferno).
_ Se não tem é mania de grandeza mesmo.
_ Sim, mas pensa, quem se importa?
_ Ai ai… quem se importa …


O juiz apitou, a edição 278 começou. Bola pra frente minha gente, eu quero ver gol! E não deixem de prestigiar mais dois estreantes: Marcelo Borlenghi e Morgana Viana, sejam muito bem-vindos!

Eduardo Hostyn Sabbi

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!