Simplicíssimo

Edição 317 (26/02/2009) – Hora da faxina

Eis-me aqui novamente, para surpresa de alguns, convicção de outros e, para ser bem sincero, garantia futura alguma. Mas é fato que essa semana, atendendo ao pedido da simplileitora Célia Moura da Silva no editorial 312, me incumbi de revisar a situação dos simpliautores. E valeu a pena. De um total de 463 nomes, 239 (51,62%) nunca havia publicado um texto sequer. Um dos motivos talvez seja que uma grande parcela desses internautas pode não estar interessado em escrever, mas sim em manter-se cadastrado no Simplicíssimo. Desse raciocínio seguiu-se a solução de mantermos como autores somente os que mandaram textos e, para os próximos usuários cadastrados, torna-se agora necessário manifestar esse interesse para ter acesso à seção de envio de material.

Mas a faxina serviu para outros propósitos também. Mostrou que 72 perfis (14%) estavam com erro do tipo falta de informação ou texto já publicado, o que se explica por ainda não termos conseguido incluir todo o material anterior a 2005 no novo sistema que entrou em funcionamento desde aquela época. Já estamos empenhados nessa tarefa e em breve sanaremos o problema. Além disso, três perfis foram excluídos, dois por estarem duplicados e o outro por não conter informação alguma no seu preenchimento. O gráfico abaixo resume a missão:

Image

Umas curiosidade boba que não podemos deixar de compartilhar: dos cadastrados, 41 nomes (8,86%) iniciam-se com a sílaba MA, seguidos de longe dos segundos mais destacados, com início por LU, como mostra o gráfico abaixo:

Image

Se tudo tem uma explicação, aguardamos ansiosamente por uma que se aplique a isso, para não ficarmos no campo da política, onde a MAldade impera e o LUla não pára de crescer nos índices de aprovação (acima até do próprio governo) ou na área da beleza, onde ainda está na minha memória adolescente a gloriosa LUMA de Oliveira (que, de acordo com a Wikipédia, “em 2002, apareceu publicamente apoiando a eleição de Luís Inácio Lula da Silva. Doou, em dinheiro, R$ 27 mil para a campanha de segundo turno de Lula.”).


Em tempo, saudamos nessa edição o retorno da simpliautora Aline Oliveira, depois de mais de 5 anos escondendo o jogo. E registramos uma errata na edição passada, quando o texto do Rodrigo Dall’Alba permaneceu na capa, não entrando o do Mauro Rodrigues, que aparece hoje. Nossas sinceras desculpas e o desejo que todos aproveitem a leitura!

Eduardo Hostyn Sabbi

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!