Simplicíssimo

Jesus contemporâneo

Em algum lugar um dia nasceu Jesus. O Cristo, o Salvador! Ressurge nossa esperança a cada ano quando celebramos sua vinda ao mundo. Imagino seu nascimento ocorrendo nos dias atuais. Quem sabe debaixo de um viaduto da cidade do Recife. Em meio à pobreza, Ele fora recebido sem luxo nem requintes. Fico a pensar na sua presença santa iluminando aquele quarto improvisado, construído com caixas de papelão. Ele, o Cristo Jesus, que nasceu junto aos cachorros esquálidos, às mulheres desvalidas, aos homens carentes e aos cheira-cola alucinados – todos perplexos diante de tamanha alegria -, é o Cordeiro de Deus, Santo que tira o pecado do mundo. Alguns jornais velhos servem de berço para abrigar o nosso Rei, o lixo reclicável adormece debaixo daquele que veio para nos salvar. Jesus nasceu para nos ensinar a repartir o pão e a praticar o amor, ensinar como devemos ser solidários aos mais fracos e oprimidos. E como se isso não bastasse, atingiu o ponto máximo aqui na terra quando em nosso lugar morreu pregado na cruz. Portanto, foi Jesus Cristo quem encarnou o espírito do Pai Celestial durante todo tempo em que veio pregar o Evangelho entre os homens.

Quando comemoramos o Natal nos aproximamos mais das pessoas, aprendemos que só fazendo o bem vale a pena viver nesse mundo. De repente passamos a agir como pequenas centelhas cristãs que tentam ajudar ao próximo, anunciando a Luz que vem do Salvador. Existem centenas de seres humanos que comungam com os ensinamentos cristãos. Mas, se ainda não vislumbramos um mundo de acordo com os parâmetros cristãos, como o que Jesus nos ensinou, não podemos esmorecer nem tampouco perder a fé. Certamente o que está faltando é unir cada um de seus ensinamentos em torno de uma causa comum, objetivando enaltacer a própria condição humana. Creio que não podemos em hipótese alguma deixar a chama da Esperança apagar. Temos que deixá-la permanentemente acesa porque em cada canto do Universo Sua Verdade um dia prevalecerá. Viva Jesus! Hoje e sempre em nossos corações.

Luiz Maia
http://br.geocities.com/escritorluizmaia/
msn: luizmaia1@hotmail.com
Autor dos livros "Veredas de uma vida", "Sem limites para amar", "Cânticos" e "À flor da pele". Recife-PE.

Luiz Maia

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!