Simplicíssimo

Dança Insana

Estou numa dança insana
Em uma pista em cores
Enquanto o corpo cansa
E eu ignoro as dores

Sou loucamente
Infinitamente livre
Do meu corpo frágil
E das suas mãos dormentes

Sentindo a música
Meus músculos tremendo
As luzes me embebedam

Sozinho com a batida
Envolto em multidão
Viajando na minha ilusão

Daniel Loose

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!