Simplicíssimo

For all the things

Uma coisa de cada vez.
Se tudo fosse como um todo
Sem partes a serem recolhidas
Se ontem se repetisse ou se tudo fosse novo
Uso muito o se
Sempre coloco um por que
Me cerco de interrogações
Quando o que eu queria era um ponto final
Tudo se confunde
Se mostra de uma forma muitas vezes incompreensível
Mas para que compreender tudo?
Algumas coisas talvez mereçam ficar no ar
Algumas coisas talvez eu não precise explicar
Algumas coisas se resumem em uma única palavra
A palavra que eu conheço
Mas não vou pronunciar.
No way.

Lenne (somente Lenne)

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!