Simplicíssimo

Feliz Ano de Novo…

Até agora são mais de 300. O que me preocupa é que quem fornece os dados são as autoridades que estão promovendo o próprio número. Não sei se posso confiar. Israel, Estados Unidos, Iraque, Faixa de Gaza, Paquistão, Brasil, Paraguai, África…
Sei que é sacanagem, nessa época, quando o que mais queremos é que nada de mal nos perturbe, que venho eu tocar nesses assuntos.
Quem começou eu não sei. Só sei que políticos entraram e saíram do processo, mas o processo nunca saiu. Este poderoso apóia este lado, aquele outro poderoso apóia aquele outro lado, e o mundo só lamenta, sem nada fazer, fazer o que?
Estamos terminando mais um ano. O dia primeiro do próximo ano terá aproximadamente 24 horas, exatamente como os demais 364 restantes. Com exceção do feriado ocidental, as coisas caminharão como dantes, ou não.
Alguns que cumprimentamos no último ano não mais estarão conosco, outros novos integrantes farão parte da nossa alegria disfarçada, e no próximo dia útil estaremos de volta, trabalhando já pensando no carnaval.
Não quero ser tão negativo, mas sou, o que fazer? Estou, não sou, corrijo.
E as guerras inventadas pelos políticos continuarão matando as pessoas erradas, se é que há pessoas certas a serem mortas. Guerras com armas, com picaretas, ou sem comida, a mais cruel, enquanto apenas paqueramos o celular de penúltima geração na vitrine enfeitada…
Temos mesmo muito o que aprender para termos nosso Feliz Ano Novo, mas eu o desejo a você, com toda a sinceridade…
Marcos

Marcos Claudino

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!