Simplicíssimo

Um outro mundo é possível?

O que aconteceria se todas as pessoas desempregadas de uma cidade, ou bairro (vila, favela…), passassem a receber alimentos (obtidos em sobras de padarias, mercados, feiras, etc.), roupas (obtidas em campanhas de agasalho), facilidades (acesso gratuito a ônibus, shows, jogos, cinema, …) e EM TROCA tivessem que participar de cursos (alfabetização, PLANEJAMENTO FAMILIAR, qualificação profissional, etc.) e de estágios profissionalizantes (agricultor, pedreiro, eletricista, …), dispondo a sua força de trabalho para a sociedade? Será que haveria a necessidade das pessoas buscarem a criminalidade para sobreviver?
O que aconteceria se cada casal tivesse apenas a quantidade de filhos que pudesse sustentar (sendo que a sociedade lhe garantisse trabalho para que pudesse sustentar pelo menos um filho)? Será que haveria a necessidade de alguma criança pedir esmola, trabalhar ou se prostituir?
O que aconteceria se os colégios ministrassem cursos de relações humanas (que ensinassem as pessoas a conviver em paz e harmonia) e filosofia (que ensinasse às pessoas outros valores que o dinheiro não pode comprar)? Será que a violência e a criminalidade continuariam a aumentar?
Será que É POSSÍVEL colocar em prática estas idéias e construir UM OUTRO MUNDO? Será que vale a pena tentar?
Se você acha que sim, junte-se a nós e ajude a construir um mundo melhor.

Celso Afonso Brum Sagastume

Comente!

Deixe uma resposta

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!