Os segredos da ficção

Raimundo Carrero, escritor pernambucano acabou de publicar um livro chamado “Os segredos da ficção – Um guia da arte de escrever narrativas”. O livro de Carrero é um oásis para escritores que estão iniciando na arte de bem domar as letras e até mesmo para aqueles que já tem as palavras sob seu domínio.
Raimundo Carrero, escritor pernambucano acabou de publicar um livro chamado “Os segredos da ficção – Um guia da arte de escrever narrativas”. O livro de Carrero é um oásis para escritores que estão iniciando na arte de bem domar as letras e até mesmo para aqueles que já tem as palavras sob seu domínio.
Analisando todas as etapas da criação narrativa, desde a voz narrativa, os tipo de narrador, a interação do autor com o personagem, viajando pelo processo criador – a intuição, a técnica, a pulsação narrativa – e trabalhando também a contrução do personagem, este é um guia que não quer ser guia. Quer deixar os autores livres para decidir seus caminhos.
E assim deve ser.
Como diz Raimundo, para ser um bom escritor, deve-se “ler, ler e ler, escrever, escrever e escrever e reescrever, reescrever e reescrever”. Nada mais simples e ao mesmo tempo nada mais verdadeiro.
E aqui estamos nós, navegando na Nau Simplicíssimo, lendo os textos de nossos confrades há quase 3 anos, há 143 edições, escrevendo, escrevendo, escrevendo incessantemente e também, com toda certeza, reescrevendo sempre que for necessário.
O Simplicíssimo é uma Comunidade de leitores e de escritores, e está de portas abertas a você Simplileitor, que deseja passar para o outro lado do espelho de Alice e se tornar um escritor. Envie seu texto, que será analisado pela nossa Comissão Editorial e, quem sabe, publicado em uma edição vindoura.
Nesta edição, o Simplicíssimo dá as boas vindas a Rodrigo Monzani, colaborador assíduo do site que, pela persistência e envio intenso de textos mas principalmente pela qualidade de seus escritos, torna-se a partir desta edição um SimpliColunista, passando a manter semanalmente uma coluna chamada “Manuscritos”, onde será contada, em capítulos, uma novela entitulada “Aurora”. Seja muito bem-vindo, Rodrigo.

A todos SimpliLeitores, um fraterno abraço,

Rafael Reinehr