Simplicíssimo

(vontade de) Mudar (de vontade)

A vontade. Muda tão freqüentemente e consegue nos surpreender cada vez que muda. É engraçado quando achamos que temos certeza daquilo que queremos e basta alguma coisa mudar, qualquer coisa, para que nossas idéias sigam um caminho completamente diferente. É muito freqüente percebermos tal mudança e voltarmos ao passado para lembrar de quando nossa vontade era outra que não a de agora, achamos engraçado e às vezes até ridículo, mas o ponto mais incrível disso tudo é a duvida fatal que nos vem à cabeça: “será que o que eu quero hoje vou continuar querendo amanhã?”.

Muitas coisas influenciam em nossas vontades, principalmente nos dias atuais, ou melhor, na época atual, a moda, os meios de comunicação, o resto das pessoas e, finalmente, a sociedade como um todo. Querer muito uma coisa pode ser perigoso, a ansiedade excessiva de chegar a algum lugar pode nos fazer perder o rumo, tomar atitudes precipitadas e chegar ao lugar errado, é quando chegamos nesse lugar errado que percebemos que não era nele que queríamos chegar. A volta à busca do que já vínhamos buscando antes se parece com uma mudança de vontade, parece com uma nova jornada que se inicia, mas não é. Quando tentamos chegar muito rápido a um objetivo, quando não temos paciência, nossa vontade costuma mudar constantemente, nosso objetivo parece sempre variar e parece que estamos perdidos sem saber pra onde ir, e, por um lado, na verdade estamos. É muito difícil encontrar uma pessoa que saiba exatamente o que quer, claro! A graça da vida pode estar exatamente aí, procurar o nosso objetivo maior nela, são aquelas famosas e filosóficas perguntas: “quem sou eu?”, “pra onde vou?”, “por quê estou aqui?”.

Enfim, nossa vontade muda por que estamos sempre querendo chegar ao nosso objetivo, seja ele de que natureza for. No fundo, nossa busca sempre será a mesma, resta-nos tentar compreendê-la e viver a vida, passar o tempo com essa brincadeira meio séria, com esse jogo de enigmas e perguntas. Mas, apesar de tudo, nunca pense que perdeu tempo com um “erro de caminho”, pois são os erros que nos fazem suportar a vida, são eles que não a deixam ficar chata e nos fazem ter “vontade” de mudar.

Murilo de Andrade

Últimos posts

Siga-nos!

Não tenha vergonha, entre em contato! Nós amamos conhecer pessoas interessantes e fazer novos amigos!